quinta-feira, janeiro 13, 2005

DESTA VEZ...É MESMO IMPORTANTE LER ATÉ AO FIM


cetim

(foto de Pedro Pereira)


Lembra-te de mim...um dia!
De mim, que te embalei e dei
Amor. Que te ensinei do sorrir
a cor. Que te empurrei e te
ensinei a brincar
nas ondas serenas do mar
da vida!

Lembra-te de mim...um dia!
De mim, que te mostrei
o caminho que percorres confiante;
de mim, que te ensinei o que
significa ser Homem íntegro
sem deixares de ser criança...

Por isso te peço agora:
lembra-te de mim...um dia...
E eu viverei o que me resta
Agarrada a esta ténue esperança!

Lembra-te de mim....Homem-Criança!

MAS EU SEI:

hamonia

(foto de Nelio F.)


São vulgares os meus textos...
Vulgares como eu!... Estéreis, mesmo!
Óbvios, pecam por falta de originalidade!
Óbvios como eu...
Abrigar-me-ei da falta de inspiração sob estas flores, quais sombrinhas protectoras...


BLUE SHELL...

105 comentários:

Paulo disse...

Minha cara Amiga, este pequeno poema cheio de beleza, ternura e amizade, denota em ti uma simplicidade extrema. Algo que nos dias que correm não é fácil de se encontrar.
Também transpira um pouco de tristeza, quase como se te estivesses a despedir de alguém, como se esta vida já nada te importasse, quando tanta coisa boa ainda há para fazeres. Por muito negra que seja a noite, logo depois vem o sol pela manhã e ilumina a vida e dá calor ao nosso coração, e olha que, o dia é maior que a noite.
Vulgares são muitas pessoas, não so teus textos e de estereis nada têm, já que muita gente ao le-los é como se alimentassem aqui e ali de pequenas frases, insignificantes para ti, com muita lição para outros.
Quanto ao Azul, não é uma cor fria, nem tão pouco tu, com tudo o que por aqui escreves denota alguma frieza da tua parte. O Azul é a cor do céu que nos cobre e um dia para onde a nossa essência seguirá, a cor do mar onde nos banhamos, do mar de onde viemos.

JR disse...

lol. o que quer que me agradeças tenho a certeza que pouco mereço, mas agradeço de qualquer maneira. poema não se trata de originalidade ou não... trata-se por e simplesmente de uma fração de espaço de tempo em que empenhamos o nosso sentimento... nada mais.

Aromas Do Mar disse...

Nem o azul é uma cor fria, e muito menos tu és uma pessoa fria..., tu és um vulcão de sentimentos sempre em erupção.
Deixo-te um beijo com o desejo que tudo esteja a correr pelo melhor aí em casa. E se precisares já sabes o meu email, usa e abusa dele.
Mar Revolto

Vera Cymbron disse...

ONDE ESTÁS? Fala comigo por favor...fala e depois deixa-me dizer-te umas coisas, por favor!
Adiciona-me no msn...manda-me um mail, ligo-te para um telefone qualquer há sempre palavras para serem vividas.
Jinhos...por favor escreve-me de ti!

Anjo élico disse...

É sempre importante ler-te! Lembrar-te a cheiro de flores, como tu...
bjs

jorgebond disse...

Blueshell, miguinha, que se passa?? Se puder ajudar em alguma coisa conta comigo, ;) Beijokas fofas

Micas disse...

Concerteza que a primeira parte do poema é dedicado a alguém que te é especial, alguém que faz parte do teu ser. Senti este poema mt profundo. Eu não sei escrever poesia, nem sei comentar, sei apenas sentir. Tu tens alma de poeta, grande, plena de sentimentos e sentires. Gosto de te ler, e sentir, em silêncio e respeito.
Beijinho
(Espero que já esteja tudo bem).

azurara disse...

Minha Senhora,
Não me devo enganar ao dizer que este vai bater o record.
Cuide-se.

Seu
Azurara

Águas de Março disse...

Conchinha, o que é que se passa por aí? Fala comigo se pecisares, hm?
Beijinho cheio de carinho, linda.

sotavento disse...

Não tenho outro modo de o dizer: se agora tens que ir, vai! Mas volta, sim?!... Por ti, por todos nós!... Para rires e chorares connosco e para o resto!... :)
Um beijo

Anónimo disse...

Gosto imenso da cor azul,dos vaários azuis que exitem .Os poemas parecem um pouco tristes mas a tristeza é bom atirar cá para fora.Já diz o povo que quem canta seu mal espanta:)Portanto faz bem ,escrva que tudo vai ser melhor.Boa escolha de imagens,tenho gostado.annie hall

Madalena Pestana disse...

Olá, Menina-Concha! :)

Bom Dia!

Bom dia para a esperança seja ela qual for.

Bom dia até para o final do que tiver de ser porque vem logo logo outro princípio. É que a Vida que é feita de tempo não pára para pensar.

Bom dia para essas flores de um azul FORTE como tu hás-de ser, senão escolherias um azulinho embaciado morrente!

BOM DIA em BLUE!

Beijos BlueShel!

Alexandre Narciso disse...

De banal os teus poemas n tem nada Blue. Gostei muito.
Bom fds
*A

LolaViola disse...

És especial, conchinha azul. Se algum homem te fez sentir vulgar, a vulgaridade está nele, nunca em ti. Li por aí que pensas em te afastar. Por vezes faz falta uma pausa nas coisas que nos habituamos a fazer, uma pausa para nos ouvirmos, para nos reflectirmos, para nos encontrarmos e decidirmos caminhos.
Vou ter saudades dos teus sorrisos, dos teus comentários, da tua presença bonita aqui neste espaço virtual. Se quiseres podes adicionar o meu mail.
marianal30@hotmail.com

Um beijo grande e toda a felicidade que mereces.

Emilio de Sousa disse...

Porque partes tu também, nacarada amiga? Diz-nos que não é definitivo, por favor. Obrigado pelo teus simpáticos comentários. É triste fazeres com que nos afeiçoemos a ti e nos abandones depois, de xofre, não é? Perdoa o desabafo. Felicidades!

Madalena Pestana disse...

PS: deixei-te uma palavrinha no Planando II.

Bjs.

Luis Duverge disse...

Porque estamos aqui ?
Para ver com os teus olhos,
ouvir as tuas melodias,
sentir com a tua alma,
Pena não te poder sentir,
falar dos nossos sonhos.
Eu sei dos teus pesadelos ...
do querer fazer por quem nos
Proporcionar conforto a quem caminha no final da estrada é o melhor que podemos fazer, tendo consciência de fizemos sempre o nosso melhor.
A vida testa-nos a todos ... um beijo.

pipetobacco disse...

{ ... não comentei[-TE] mas tratei[-TE] © in[culto] ::: vai ver em: [ http://www.mgrande.com/weblog/index.php/luzdetecto/prominences_2/blueshell.blogspot.com ] ::: espero que gostes :) ... }

pipetobacco disse...

{ ... vai tb a: [ http://www.mgrande.com/weblog/index.php/luzdetecto/visits_me ] ... }{ beijos* }

SalsolaKali disse...

Ninguém esquece de quem nos foi importante, para quem fomos importantes. Não sou capaz de me esquecer, apesar de por vezes o sabor ser amargo.
Mas isto também sou, porque não conheço de outra forma, porque também sou uma pessoa vulgar, porque também escrevo textos vulgares, porque também me falta a inspiração de quando em quando.
Quando não consigo chegar ao cruto de certas pessoas que não são vulgares, por mais que me custe pelo caminho percorrido, desço, e continuo, noutra direcção, em busca de uma sombra vulgar onde repousar, de uma figura de textos simples e vulgares, a quem de vez em quando possa servir de musa de inspiração. Porque sou vulgar e não quero ser de outra forma.
Custa-me ler-te assim…
BJ SK

fakers disse...

azul eh tao frio qt se queira... o vermelho pode ser frio desde que seu inferno seja no alasca!
bjunda

Estrela do mar disse...

...não precisas de te abrigar conchinha...porque tu escreves sempre muito bem...esse é o teu "Dom"...agora é a minha vez de dizer...eheheh

Olha...espero que o teu pai esteja melhor.
Desejo-te um bom fim de semana.
Um beijinho* grande.


P.S. Blueshell, sinto que conheces a whiteball...sabes o que é?...não consigo comentar no blog dela de maneira nenhuma!...não sei porquê...

El Criminoso disse...

A tua ultima visita, soou a despedida... tal como este texto. Beijo retribuido.

Seila disse...

Linda Blue Shell as minhas palavras agora não. Vou guardar as tuas e as flores num canto do meu coração! para onde fores que tudo o que desejas te seja muito bom! Um grande abraço!

LM disse...

que lindos textos, e a imagem está bem colocada

augustoM disse...

Shell se o que escreves é vulgar e estéril e se te identificas com o que escreves, então as palavras mudaram de sentido, porque tu és uma grande poetisa.
O teu primeiro poema, deste poste, é bem prova disso, um fantástico hino à nossa mãe.
Não te deves subestimar, mas sim procurar um editor para a tua poesia.
Um beijo. Augusto

Mónica disse...

Todos os teus textos sao para se ler ate ao fim,ate pork nenhum dels e vulgar. Todos sao diferentes ,todos sao cheios de sentimento e nos transmitem coisas boas...
Beijokas e bom fim de semna*******

Anónimo disse...

Não achei o texto nada vulgar, pelo contrário achei extraordinariamente bonito.
Tem uma mensagem linda!!
Um bom fim de semana.
Beijo com carinho*

Eliwitch
http://livrodemagoas.blogdrive.com

Anónimo disse...

Obrigada pelo teu comentario no meu blog, gostei imenso do teu e das musicas que metes :)
Vou passando por cá.
Beijinho muito grande

Moon Tears - http://moontears.blogdrive.com

O Micróbio disse...

Não consegui ler até ao fim... estagnei na foto... :-)

fernanda dias disse...

Juro-te que falta de inspiração é coisa que não tens!! Bj e bom fds

Anónimo disse...

Amiga, somos todos e cada um de nós Seres especiais, orgulhemo-nos disso e cultivemos as nossas diferenças e talentos.
Alguém que embalou e deu amor nunca poderá ser... um ser vulgar e estéril. Ainda que, quem foi objecto dessa dádiva, possa ser ou estar pouco agradecido com isso...
São as contradições da vida.
Mas, pessoalmente acredito que, parafraseando Fernanda de Castro num belo poema cujo título agora não recordo: "...um beijo de amor jamais se perde e logo (mais cedo ou mais tarde) floresce em pão, em água."
Um abraço
Ana
http://a_verdade_da_mentira.weblog.com.pt/

Anónimo disse...

Amiga, somos todos e cada um de nós Seres especiais, orgulhemo-nos disso e cultivemos as nossas diferenças e talentos.
Alguém que embalou e deu amor nunca poderá ser... um ser vulgar e estéril. Ainda que, quem foi objecto dessa dádiva, possa ser ou estar pouco agradecido com isso...
São as contradições da vida.
Mas, pessoalmente acredito que, parafraseando Fernanda de Castro num belo poema cujo título agora não recordo: "...um beijo de amor jamais se perde e logo (mais cedo ou mais tarde) floresce em pão, em água."
Um abraço
Ana
http://a_verdade_da_mentira.weblog.com.pt/

Anónimo disse...

Os teus textos cada vez sao mais belos, é o ansiar plo proximo...sao realment mto bonitus=)
bjs, empty
www.levaminhalma.blogs.sapo.pt

Aluena disse...

ALMA de MULHER e MÃE em todo o seu esplendor.
BJS.

Anónimo disse...

Há posturas com as quais eu não concordo, sendo que por isso não vou comentar o poema.
Deixo-te, tão só, uma sugestão de leitura: "A voz humana", de Jean Cocteau.

Beijo muito grande,

Sandra
(http://www.void.weblog.com.pt)

Afonso Henriques disse...

Por quem sois...
Se alguma vês quiseres que tua honra seja vingada a golpes de lança e de montante, conta comigo e com o meu corcel! Palavra de Rei!
Bem hajas!

SKN disse...

Falta de originalidade?!?! Bolas... gostava de te ver com originalidade... ou de ler um dos teus textos com originalidade, digo!

Beijos

ognid disse...

Ó Conchinha já ontem tinha tentado comentar-te mas o blogger não esteve pelos ajustes. Olha lá, que ideia é essa de andares por aí a despedires-te de todos? Olha, cá para mim é assim, se o gajo te acha vulgar, sem originalidade, manda-o... dar uma volta. Não digo outra coisa para não ferir susceptibilidades. E em vez de lhe dizeres para ele se lembrar diz mas é para ele te esquecer e bem depressa, tá? Beijos.

JAP disse...

Vulgar é bom, Concha. E a originalidade não é importante. Importantes são as coisas importantes, seja lá como forem ditas. Bjs

Kabum disse...

O teu comment no meu blog soou a despedida...Que se passa?!

rajodoas disse...

A sua modéstia é absolutamente contrariada por esta realidade. A quantidade dos que aplaudem o seu trabalho.
Com um abraço do Raul

francis disse...

Tu és grande, miúda. Gosto de vir aqui só para te ler.

MONALISA disse...

Hoje devo estar confusa, falam aqui de despedidas, de ires embora...vais? E não és poeta? Quem disse? Tu? Então porque é que se gosta tanto de te ler? Onde estão escritas as regras que definem quem é e não é poeta? Não vais embora, vais?!

erü disse...

Um beijo, Blueshell*

Anónimo disse...

ola!
teu blog ta um maximo :)
jinhos
continua
miss devil
http://missdevil.blogs.sapo.pt/

wind disse...

Tens palavras lindas, sim:9 bjs

Mestrinho disse...

Fiquei mto satisfeito em encontrar um blog assim, belo no conteudo, simples na composição. Meu sinceros parabéns. Mto sensual.

Gotinha disse...

Vais deixar-nos??!

Anónimo disse...

Não são textos vulgares, são simplesmente fabulosos.Gostei muito destes teus textos.Tem esperança que aquilo que mais desejas virá ao teu encontro.Palavra de quem costuma acertar.Um abraço.Bom fim de semana.Arte por um Canudo.

Araponga disse...

Apenas para te dar um enorme beijo e te dar os parabéns por seres quem és, por escreveres o que escreves, por sentires o que sentes e por transmitires esses sentimentos de uma forma tão bela. um beijo!

O Pi@d@s disse...

O "último grande beijo" que deixaste no meu blog, e os comentários que acabei de ler, dizem-me que vamos deixar de poder contar com os teus posts inspirados e e música relaxante. Tenho pena, mas respeito a tua decisão. Espero que o facto de te estares a fechar na concha, nada tenha a ver com os problemas de saúde do teu pai que, pelo que me apercebi, estaria doente.
Apenas te peço que um dia, se voltares (digo, quando voltares!), e se eu ainda por cá andar, passes pel'O Pi@d@s.
Não te deixo um "beijo amigo" porque, apesar da empatia, não somos amigos... mas tenho muita pena!
Até sempre Conchinha Azul...

Anónimo disse...

Olá blue shell, vim retribuir a tua visita e simpatia, adorei as imagens que escolheste, tens mt bom gosto. keep it up ********

lima disse...

Menina, menina! Reveste esse sorriso cinza com uma gargalhada de mil cores e continua a contar-nos nos teus textos, sem mudar nada a não ser as palavras, assim, por exemplo: transforma "viver o que me resta" em "viver a minha vida", cheia de cores! E transforma "ténue esperança" em alegria de viver!! :) Coragem!! :) A vida está aí ao teu lado, à espera que olhes para ela e lhe sorrias! :) E, menina, dos teus textos falamos nós! :) E lemo-los sempre, sabes porquê? Porque gostamos deles!!! Um beijo grande!!! E quero ver um sorriso para o monitor, vá! Eu consigo ver! A sério que consigo!! :)

AS disse...

Belissimo post! Sensibilidade e a ternura da Mulher-Criança que tu és!...

Desejo que tudo esteja bem.

Fica com um beijo

helena disse...

Minha querida, isto não se faz!
Não tenho escrito, ultimamente, e quando abri o shoshana e vi o beijinho que lá deixaste, não percebi...
Ao ler por aí alguns comentários, dei-me conta do que esse beijinho significava, e fiquei triste.
Tu não podes fazer-te/nos uma coisa destas. Tens textos tão bonitos! Descobri-te depois de uma visita que me fizeste.
Não sei, nem tenho o direito de saber o porquê desta tua decisão. Apenas te recordo alguns versos da tua canção favorita:
...And te world will be as one
...I wonder if you can
......................
...Imagine
...A brotherhood of man
...Imagine all the people
...Sharing all the world...
...You may say I'm a dreamer
...But I'm not the only one.
E para ti eu digo: BE A DREAMER, PLEASE.
Um beijo de "até já" e um abraço terno.
Se quiseres, estou aqui: nuchapedro@hotmail.com

so disse...

só para retribuir o grande beijo :)
e para dizer que adorei o "sei pouco.. mas sinto demais".

Tatuagem disse...

Lembrei-me de ti... e vim dizer-te que estou aki. :)
Beijo

Pecola disse...

hey... que é lá isso?

Elvira disse...

O quê?! São bonitos e cheios de sensibilidade.

RinoGas disse...

e quando diabos foi o primeiro?

katraponga disse...

Vais embora? Nem penses! Beijo grande para ti, rapariga.

K.


www.katraponga.weblog.com.pt

Fernando disse...

Vim retribuir a visita e o beijo... vais acabar com o blog? Tens muito bom gosto na poesia que escreves e nas fotografias que a acompanham. Alguma razão especial para acabares ao fim de apenas 8 meses?

manuel cabeça disse...

só para dizer que gosto de ti.
não te vais embora, pois não? "inda" bem.

ricardo disse...

e nós, todos nós, não descansaremos enquanto não te descobrirmos aninhada nesses jardins, por entre as flores mais belas... sabemos que vai ser difícil, mas nós jamais desistiremos! queremos-te aqui sempre a lembrar-nos os teus versos e a fazer-nos sonhar com as tuas emoções. beijo

Anónimo disse...

São tão bonitos os teus textos. Continua assim, alma de poeta!
http://sunshine.blogs.sapo.pt/
http://pequenitos.blogs.sapo.pt/

Anónimo disse...

Blue ...
espero que não viesse muito tarde
e que tu ainda estejas aqui para ler o meu comentário
..Blue as tuas palavras são tão sentidas e cheias de significado -se isso é vulgaridade- eu espero que alguem me escreva um texto assim vulgar ...se é estéril- como podemos mais repetir palavras de amor???? (pois as tuas são lindas)....
Blue aquele coment onde agradeces, que deixas-te na minha página...!!!! não vás embora
NÃO VÁS

UM AMIGO

ARTUR (cusco eye)

PP disse...

Venho também deixar-te um beijinho. Obrigada pela tua visita :o) Gostei muito do teu blog.

João Miguel Pereira disse...

Não esquecerei :)
Prometo.

Instantes Perdidos disse...

Venho agradecer o seu comentário no meu blog...

E incrivel, descobri um blog que além de lindo, tem escritos profundos.

Obrigado das duas formas:

. O seu comentario;

. Os seus escritos.

Beijo

chemistry disse...

Não te percebi e nem quero perceber.
Volta, OK?

litle lucy disse...

nao quero que vas
nao quero que vas
nao quero que vas
nao quero que vas
nao quero que vas
e gosto muito de te ler
e as melhoras ********* Rose

Cris disse...

Escreves de uma forma deliciosa...
beijinho

Faroleiro disse...

Obrigado pelo comentário.
Observei que também começaste em Junho de 2004.
Será mais uma coincidência? ;-)

Beijo de Luz do Faroleiro

Anónimo disse...

Patinhas: bem eu ja te disse que adorei a tua banda sonora, posso saber onde a arranjas-te?
diz-me qualquer coisa sobre isso adoraria muito
fica bem

Jmn disse...

Mas que conversa vem a ser essa de "deixar um último"??? Vais emigrar para alguma aldeia remota do interior africano?? Então faz favor de continuar a escrever esses poemas porque o que interessa é escreveres para ti e não para os outros.. és vulgar? quem não é???
És óbvia? Quem não consegue ser?

Continua mas é a dizer e escrever o que te vai na alma e não te importes com o resto.

lique disse...

Blue, tenho visto as tuas despedidas por aí. Aceito o motivo da doença do teu pai. Espero sinceramente que melhore. Não aceito nada do que dizes neste poema. Porque ninguém tem o direito de fazer outra pessoa sentir-se vulgar. E, se o faz, minha querida, não desejes que se lembre mais de ti!
Tu não és vulgar nem óbvia. Tu escreves bem e olha lá a quantidade de amigos que aqui arranjaste! Vá lá, conchinha, fica por aqui. Com nenos posts, se fôr necessário. Como quiseres. Mas fica. Beijinhos

Carina disse...

A originalidade dos nossos textos é difícil de alcançar. Quando escrevemos sobre o que sentimos exteriorizamos algo que é só nosso, mesmo que expresso em palavras desgastadas e rotineiras. Não, não é vulgar o que escreves, o que escrevemos... É único, porque nasceu da nossa alma, do nosso coração, como se de um filho se tratasse.
Continua a escrever, continuarei a vir espreitar.

Guida disse...

Lindo !!!!

De ti, nao me esqueço :)

Um beijo e uma boa semana.

:)

Roda dos Ventos
www.rodadosventos.blogspot.com

lobices disse...

...e que todas as flores do mundo te protejam... e num esgar de puro amor, elas te enlacem e entrelacem em sons de ternura; algo que nunca acabe e que para sempre perdure... :)*

Anónimo disse...

Querida! Vim "retribuir" sua visita em meu blog (http://almadigital.zip.net)... Adorei seu canto, LINDO! Posso te linkar? Beijo (Marcelha)

Anónimo disse...

Conchinha azul,

Tenho visto em vários sítios as tuas despedidas e o teu obrigado mas não percebi. Até agora, em que estive no sítio da nossa gaivota e foi aí que me apercebi.
Não tenho acompanhado o teu blog, nem este processo difícil por que passas mas de estranha para estranha deixo-te aqui a minha solidariedade sincera.
Quanto ao facto de não te achares especial ou alguém te ter querido que te sentisses assim, não vás em cantigas ;)
Não és tu que tens de agradar aos outros apenas, são os outros que também têm de te agradar a ti. Entendes onde quero chegar? Todos somos especiais e únicos e se uma estrela faltar no céu, podes dizer que ela não faz falta ao universo?
Eu sou especial, tu és especial e cada um de nós tem a sua forma única de ser especial que é ser igual a si próprio e não depender da aprovação dos outros para ser feliz.
E um dia só se vive uma vez e no próprio dia mesmo.
As melhoras para o teu pai e ânimo para ti.
Um abraço grande, apertado

Vague

Anónimo disse...

E o teu texto deixou-me emocionada. Parece-me que alguém está a perder alguém especial, mas pareceme também que a outra parte está a perder muito mais que tu.
Vague

Anónimo disse...

Obrigado pela tua visita no meu blog (http://odyseo.splinder.com). Gostei deste sitio: tem muito gosto para as imagens e boa mao com as palavras.
Beijos!!

Anónimo disse...

Escreves realmente muito bem! são poemas que tocam...
[kamarrad] http://euespankio.blogspot.com

Karol disse...

Vim agradecer a visita que me fizeste, obrigado.

Seu poema é lindo, cheio de sentimento e sensibilidade. Parabéns pelo dom que tens em lidar com as palavras.

Bjos, boa semana =)

Duarte disse...

Tecer qq elogio ao teu blog seria desajustado face aos inúmeros comentários justamente direccionados para a excelência dos teus poemas. Vim conhecer o teu "espaço" e avisar-te que voltarei, pois é irresistível. Parabéns e obrigado pela tua visitinha ao meu "modesto" :) Bjinhos

JPD disse...

Olá BS!
Muito bonito este poema que editas e a composição que acrescentas.
Pareceu-me, no entanto, haver ali uma pequena imprecisão: a ideia do peito semi-nu é uma premonição maternal ou é um reforço de sedução?
As flores são lindas. quem não gosta de flores?
O desafio feito é um convite veemente à cumplicidade do homem a quem te diriges. Muito bem.
Bjs

Guida disse...

Olha, Blue Shell, desejo-te votos de MELHORAS sinceras.
Sei bem o que estas a passar... Este texto está excelente, realço..

tenho a certeza de que onde o teu pai estiver, ele lembrar-se-à de ti, por muitos e muitos anos..

Para sempre.

Um beijinho grande*

sotavento disse...

Lá em cima já disse o que penso mas quero acrescentar que acho que escrever te faz bem, não desistas!... A gente só deve jogar fora o que nos faz mal!... :)
Quanto à tua dor, será que poderia escrever-te?

O Pi@d@s disse...

A julgar pelo comentário da Guida, parece que perdeste o teu pai.
Se voltares, ou quando voltares, quero que saibas que mais do que solidário na tua dor, eu partilho de uma dor semelhante (perdi o meu há cerca de 2 meses...).
Chora, chora tudo. Depois, levanta-te, enxuga as lágrimas e segue o teu caminho. Afinal, é isso que eles esperam de nós...

O Pi@d@s disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
vague disse...

Lamento, BlueShell.
Um abraço

O Pi@d@s disse...

Fico feliz por saber que, afinal, o teu pai está vivo (mesmo que doente), e entendo melhor a tua ausencia.
Deixa-te estar ao pé dele. Segura-lhe a mão (que saudades da mão calejada do meu...) e diz-lhe o que sentes, mesmo que ele não te possa ouvir. Diz-lhe também que os teus colegas de "passatempo" fazem força para que melhore...
Nós esperamos... que voltes com boas notícias!

lwana disse...

Chorei desalmadamente quando te li...
um grande abraço e carinho
Rita

Anónimo disse...

Oi...meu namorado me mostrou seu blog e adorei. Queria saber onde vc achou essa música?? Quem tá cantando?? Nossa...tá linda essa versão. Parabéns pelo trabalho.
Se quiser visitar o meu, sinta livre pra isso: www.blog.predileta.zip.net

elisa disse...

Blueshell, depois da minha visita as águas de março venho aqui deixar um beijo muito grande e desejar do fundo do meu coração que tudo corra pelo melhor com o teu pai. E nem tu, nem os teu textos são vulgares e estéreis...olha só quantas pessoas tu tocaste:)Um beijinho com muito carinho

Seila disse...

queres chegar, ultrapassar os CEM?!:) eu ajudo! eu coloco aqui UM DOIS TRÊS...100 :) e uma coisa pequenina...escuta Blue..Shell - é nos momentos de tristeza que o sorriso é mais necessário! deixo-te uma cesta deles e uma sonora gargalhada (elas deixam acara toda molhada...confundem-se com o choro e lavam assim a alma!)
agora, Blue, antes de chegar aos 100, muda este post...escrve o teu escrever, faz-me essa oferte hoje, sim?!
Um, mais um, sorriso!

Seila disse...

:):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):):)

Seila disse...

mais um :) e.....CEM!!!! que esteja tudo acorrer pelo melhor e que tu minha querida Blue estejas a portar-te bem contigo, sim?! beijoca

Anónimo disse...

Valeu mesmo a pena ler até ao fim! Belo!

hfm
http://alicerces.blogspot.com

LetrasAoAcaso disse...

Não existe fim.
Apenas a passagem para outro patamar.
Sei que chegarás lá.
Mil beijos, amiga e vizinha

A Cúmplice disse...

Muito Bonito*

Um beijo

Malae disse...

Simplesmente brilhante! Parabéns pelo blog. É muito bonito. e quem tão belas palavras escreve, merece toda a minha consideração. Mais pessoas com esse dom existissem no mundo, talvez ele fosse um lugar melhor. Beijinhos. Malae

Maria Clarinda disse...

Indendifico-me, sinto, seio o que sentes...nada mais te posso dizer, quero apenas que saibas que existe, já com idade talvez de ser tua mãe...mas sei o que tudo isso é...
estou aqui
mcgalante@netcabo.pt