sábado, janeiro 01, 2005

OUSADIA!


passeios


(foto de Diamantino Mendes)


Crer Humanidade...
Crer na Verdade, na harmonia entre os povos,
Crer nas almas puras
Como em águas cristalinas...que não enganam...
Crer na Amizade, no olhar das aves...
Escalar montanhas como quem
Quer chegar mais alto
A procurar esse arroio
Caminho para mundos outros...
Amar incondicionalmente
E Dar sem esperar NAda
Senão encontrar a Paz!...

Mas, afinal...

bruma


(foto de Rita Silva)


Quem somos nós? Na pequenez do Universo, a nossa vaidade é, no mínimo, motivo de triste escárnio! Nós...que não procuramos, tantas vezes, senão a posse, a ostentação (de uma aparência que esconde o quão oco somos na essência), o poder...o ter mais do que os outros, o Ser mais que os outros...
Seres miseráveis e mesquinhos que assistem imperturbáveis à dor alheia...e se dizem compassivos...

fantas


(foto de Ricardo Alves)


Talvez por isso eu não possa...

“Crer Humanidade...
Crer na Verdade, na harmonia entre os povos...”

...e o que acima escrevi...não é mais do que um desejo inconsciente... estupidamente ingénuo e que deve, por isso mesmo, ser ignorado!!!

45 comentários:

Pecola disse...

Acho que vale sempre a pena acreditar. ;)

Anónimo disse...

Um Feliz Ano Novo cheio de alegria!

O Engenheiro
http://o-engenheiro.pt.vu

francis disse...

Utopia crónica? Assim somos, uns mais que outros. No fundo ainda acreditas e esperas sempre pelo dia seguinte, um após outro e outro e outro...

Seila disse...

e eu que vinha sorrir do teu parcimonoso "Gosto", chego aqui e... Blue disso que dizes e desdizes no fim, todos temos muito muito muito uns mais do que outros e nuns dias mais que em outros...é a vida, linda!Beijinho.

Anónimo disse...

"os Homens serao sempre maus se a necessidade não os obrigar a serem sempre bons"
Isto ninguem poderá mesmo mudar.. Mas não é razão para ignorar o que tu escreveste..
Beijo, Sandro www.sescblog.pt.vu

Fernando B. disse...

Compreendo perfeitamente as tuas duvidas.

Apesar de tudo, o importante, é nunca deixarmos de Lutar.

Beijocas,

wind disse...

Não podemos ignorar o que escreveste. Temos é de ousar seguir em frente:) Lindas fotos:-) beijos*

Mónica disse...

Compreendo perfeitamente ,ate pork por vezes tb me sinto assim.Contudo se deixarmos de acreditar sera pior,beijokas****
Um bom ano para ti

JacPac disse...

Que bom seria não perder a inocência... Mas a vida vai endurecendo os nossos sentimentos. A verdadeira luta é continuar a acreditar na boa fé dos outros, cultivando sempre a nossa. Fotos lindas, ( como sempre!! ) :

erü disse...

É a utopia da humanidade, tua e de muitos nós, que mais não somos o resultado da mais improvável das probabilidades. É a utupia de quem quer crer que existe um lado bom no ser humano, que ilumine ou que possa iluminar o seu "darkside"... ele existe, esse lado idealizado, em cada um de nós... está é, numa boa parte dos casos, muito bem escondido... beijos (e sim, tens razão: há mesmo dias em que não devíamos sequer ousar pensar em sair da cama..!)

PARTILHAS disse...

Pois então eu acho, que és tu quem pensa correcto.
Não podes nunca ignorar.
Deves sempre acreditar nisso mesmo...
Ingénua?
Não.
Lúcida.
Mantém-te assim, por favor.
Beijos e Bom Ano.

Luís Miguel disse...

“Crer Humanidade...
Crer na Verdade, na harmonia entre os povos...”
...e o que acima escrevi...não é mais do que um desejo inconsciente... estupidamente ingénuo e que deve, por isso mesmo, ser ignorado!!!”

Discordo: Quando tudo o mais falha ou simplesmente não existe é precisamente a crença que deve subsistir. Não é ousadia acreditar, é sim falta de senso querer ignorar.
Parabéns Blue. Gostei muito deste texto. Tem impacto. Bom 2005.

Vab disse...

Que seria das coisas boas se não houvesse coisas más? As boas pessoas só existem porque tb existem as más :P além disso o Ser Humano é mau... a maldade é uma característica inerente à condição de ser humano... mas olhemos pra essa perspectiva com bons olhos! Se fossemos todos bonzinhos, o mundo seria uma monotonia, as pessoas tornar-se-iam desemxabidas :P e as boas acções são mtas vezes praticadas por pura vaidade... por isso é k adoro o Ser Humano, tanto pode ser mau, como pode praticar o bem... :P
Bonitas fotos, e respondi ao teu comment no meu blog, no mesmo post k comentaste!!
Não ligues às baboseiras que digo! Quando publicar este comentário, já não me vou lembrar o que escrevi!
Um Beijao e um optimo 2005

Jmn disse...

E porquê ignorá-lo se tudo o que dizes é nada mais do que a verdade?
Somos dominados pela vaidade e deixamos que ela nos cegue parcialmente, vemos apenas aquilo que nos fará ser algo mais, para os outros? ou para nós próprios?

CPC disse...

Acho que devemos sempre acreditar, ainda que ingenuamente, devemos sempre sonhar ainda que o caminho seja longo. É isso que nos move!
Bom ano! :)

Anónimo disse...

Blue...

Desejo-te um excelente ano de 2005. Que tudo te corra pelo melhor. Espero que tenhas tido uma boa entrada :)

Quanto a Sylvia Plath: gostaste mesmo dos poemas que editei no Abismo? Caso não tenhas visto vai ao meu post de 29 de Dezembro, pois lá apresento o dvd do filme que sintetiza a vida da escritora, nomeadamente a sua relação com o marido. Caso ainda não tenhas visto o filme, recomendo-te vivamente.

E por agora é só. Vou voltar.

Beijinho,

Sandra
(http://www.void.weblog.com.pt)

Anónimo disse...

Simplesmente genial. Um desejo que tambem eu tenho. E espero sinceramente que este novo ano ajude a realizar o teu desejo, o meu desejo, ingenuo, estupido, que deve ser ignorado, mas é um bom desejo, para o bem de todos.


Gabriel Braga
www.unknownpoets.blogs.sapo.pt

Miss Kafka disse...

É um desejo que talvez deva permanecer em "stand-by", para um dia, quem sabe poder ser concretizado. Devagar e talvez nem por completo. Um dia, quando conseguirmos aceitar que não somos menos animal que outro animal qualquer, consigamos perceber quais as nossas limitações e aquilo a que possamos aspirar. Talvez nessa altura, esses desejos, que também são os meus, e por eles tantas vezes me desiludo, possam ter alguma concretização. Feliz 2005.

mfc disse...

Inocência?
Sim, ela existe apenas em quem nada determina...

Anónimo disse...

Blue:

Porque todas as mensagens que te procuro enviar ou que quero que te cheguem a ti tb voltam para trás, deixo-te aqui aquela que hoje remeti para alguns leitores do Abismo:

"Caros amigos:

Como será já do conhecimento de alguns de vós, o blog "Frágil" da Alexandra Antunes foi encerrado. Tendo sido explicado na altura pela responsável o motivo do encerramento, foi tb especificado que as edições até ai feitas passariam para o Abismo (http://www.void.weblog.com.pt). E de facto assim vai acontecer já a partir de amanhã com o início da publicação de uma estória que tem sido escrita pela Alexandra ( "A estória do Y e da X") e que muitos de vós já conhecem pela edição que estava a ser feita no Frágil. Como compreenderão, bastantes leitores do Abismo não conhecem tal estória pelo que, em acordo com a autora, decidi fazer a edição desde o 1º capítulo. Aqueles que estavam já envolvidos no enredo terão, desta forma, de ter um pouco de paciência até que novos acontecimentos, para si, voltem a ser apresentados. Compreenderão, contudo, a opção tomada.
Para além desta estória e na sequência do que já vinha sendo feito, agora com um reforço maior (uma vez que o que está mesmo em causa é a fusão do Frágil no Abismo), continuará a ser editada poesia da Alexandra sendo que, a este nível, a grande novidade e aposta verificar-se-á naquela que será a apresentação da sua poesia de adolescência até agora praticamente inédita (alguns- poucos- poemas destes chegaram a ser editados no Frágil). Quando tal acontecer, a indicação será devidamente feita.
Como julgo estarem a perceber, a Alexandra colocou nas minhas mãos todo um imenso trabalho de escrita que tem vindo a desenvolver ao longo dos anos, confiando em mim a melhor forma de o gerir e de o fazer chegar a um maior número possível de pessoas. Evidentemente que lhe agradeço toda a confiança e tudo vou fazer para corresponder da melhor forma possível.

Pelo apoio e carinho que todos vós têm demonstrado relativamente ao meu trabalho, não tive dúvidas em dar-vos esta informação de forma mais particularizada, na medida em que o que está em causa será bastante visível em termos de edição, sendo que por isso entendi dever ter este cuidado.
Independentemente deste particular da fusão do Frágil ao Abismo, este continuará um blog igual a si próprio, no que respeito a estilos de posts, embora esta globalidade nada tenha a ver com falta de apostas em termos de maior qualidade, com as responsabilizações que isso para mim implica. Continuarão as edições de textos (Prosa) e Poesia de autores consagrados ou daqueles que estão a emergir ou a afirmar-se em termos literários, manter-se-á a rúbrica "No Abismo com...", assim como o "Espaço sub-20" e o "Espaço sub-20/Ensaio de romance" (com a estória da Mónica). Será feita uma aposta no Teatro e continuará a apresentação de sugestões musicais, de Cinema, etc. Claro que não será esquecida a vertente de trabalho fotográfico em conjugação com textos ou em forma de exposição. Para além disto... o que mais possa aparecer.

Conto convosco neste ano que agora se iniciou. Conto convosco por tudo o que têm demonstrado e dado de vós neste caminho blogosférico que tenho percorrido. Conto convosco com tudo aquilo que me quiserem propôr, sugerir, enfim... com tudo o que de importante acharem poder fazer chegar-me.

Um grande beijinho a todos,

Sandra"

Conto com o teu acompanhamento.

Jokas,

Sandra
(http://www.void.weblog.com.pt)

Vab disse...

Ola Blueeeeeee :)
A resposta ao teu comment está no mesmo post que comentaste, em forma de comment, mas feito por mim! Esta nos comments dakele post em que falo dos xás que ofereci! :)
Beijo

rajodoas disse...

De modo nenhum. Estas mensagens quer em simples texto
quer em verso, são cada vez mais necessárias para alertar as nossas consciências e fazer-nos reflectir no dia a dia nos nossos procedimentos, sobretudo quando eles não são correctos. Com um abraço do Raul

Luna disse...

O descrédito é-nos legitimo...mas na nossa pequenez fazemos grandiosamente pelos que nos estão próximos...desistir nunca, sempre para a frente...por vezes no caminho mais dificil

JAP disse...

I'm right here.
E também estou aqui:
http://diasatlanticos.blogspot.com/2004_07_01_diasatlanticos_archive.html

Beijos

polittikus disse...

Belo texto. Mas será que a humanidade ainda se salvará???'

JPD disse...

Olá bs!
Gostei muito do teu blog.
Há um equilíbrio bem conseguido entre os textos, o seu conteudo, e as fotos.
Entraste nos meus favoritos!
Voltarei.
Bjs

Anónimo disse...

Patinhas: passei por aqui só para desejar
0000000__0000000__000______000___000000000__
__0000000__0000000__000______000___00000000___
__000______000______000______000_______000____
__0000000__0000000__000______000______000_____
__0000000__0000000__000______000_____000______
__000______000______000______000____000_______
__000______0000000__0000000__000___00000000___
__000______0000000__0000000__000__000000000___
______________________________________________
_____000000____000000____000000___00000000____
_____0000000__00000000__00000000__00000000____
________000___000__000__000__000__000_________
_______000____000__000__000__000__0000000_____
______000_____000__000__000__000__0000000_____
_____000______000__000__000__000_______000____
____00000000__00000000__00000000__00000000____
____0000000____000000____000000___0000000 ____

fica bem

Emilio de Sousa disse...

Hy, Bluinha. Jocas.

Litostive disse...

E que seria de nós se ignorássemos nossos desejos, BShell?
Beijo, Litostive*

Pintelho disse...

Muito bonito post.
Um bom ano concha!

inconfidente disse...

Aí vão duas...cada vez acredito menos na humanidade!

Anónimo disse...

Por vezes é mais fácil deixar de acreditar, mas é preciso ter coragem e como tu prórpia dizes: Ousar!!
Temos muitas vezes é que não perder a coragem para tal...
Beijos.
Eliwitch
www.livrodemagoas.blogdrive.com

Mordente disse...

Mas tens de ter fé...senão que mais nos resta a nós, míseros mortais....
Adoro-te

augustoM disse...

Olá Shell. Na primeira parte procurás-te a ilusão, na segunda encontrás-te a realidade. Contudo, vale sempre a pena não perder a ilusão, para a realidade não nos encontrar.
Beijinhos.Augsuto

Kabum disse...

Excelente! Adorei o texto e as fotos estão a altura! ;)
Bom começo de ano sem duvida...

elisa disse...

Pois se me permites, eu quer acreditar nesta e noutras utopias porque sem elas, é o cinismo que nos pode dominar e dele não quero!Um beijinho grande e um ano muito feliz para ti!!

Ricardo disse...

Eu acredito no homem, com os seus defeitos e virtudes! Mas acredito num homem que é pragmático, cuja compaixão é libertada pelo medo! Sim, somos pequenos e mesquinhos mas também somos capazes de criar beleza! Ler um livro ou uma poesia, olhar um quadro ou um edifício, ver a rede de relações sociais e as proezas científicas dão-me esperança, uma esperança condicionada mas espoerançça na mesma. Fica Bem!

SalsolaKali disse...

Eu creio.
Apesar dos momentos em que o desespero me faz não crer, momentaneamente...
Mas na essência creio, e em mim também. É por mim que começa.
Feliz ano de 2005.

Anónimo disse...

Tenho as minhas dúvidas se deveria ser ignorado ou n... bjos grds**

ass:empty http.//levaminhalma.blogs.sapo.pt

liza disse...

O que tu escreves-te nunca deveria ser ignorado nunca, mas um dia o homem vai cair em si......
BJS

Ana disse...

Tenho cada vez mais a certeza de que nao somos nada.
Beijinhos

Viajante disse...

utopia significa apenas em lugar nenhum,
não que não exista...
e que seria de nós sem ela?
e sem palavras como as tuas?
menos humanos seríamos...

bjs :-)

uivomania disse...

Que seja estúpidamente ingénuo! Ainda assim é um desejo e acredito que possa ser levado a sério.
Obrigado pela tua frescura. Desejo-te, neste momento pelo que entendo, muita força... e muita paz.

Carlito Neto disse...

Você é doente cara!
dói ser assim, né?
Sentir demais, às vezes, é chato demais!
continue assim!
No caminho do bem...
força sempre!

o)

Angelica disse...

oi..
meu nome e Angelica por um acaso entrei em seu blog.
E ao ver seus posts, poemas, e tudo mais fiquei admirada gostei muito entao resolvi deixar um recadinho simples mais que deixa escrito o que achei de seu maravilhoso blog!
bjs*
ate breve!